Smells like cake!

Bertin Bristro and Restaurant

Sheikh Zayed Road, Dubai

Valet parking not available ***+

Someone who knows me, knows that one of my weaknesses is a special affection for pastries and cakes. My tastebuds just love them! It came with my nationality and also from my mums cooking weekends. Cakes and nice pastries bring me always back to memories of winter sundays where I used to wake up either to the smell of a freshly baked cake, scones or something else. So the same memories came to my head the first time I’ve entered Bertin.

I was welcomed by this amazing smell of bakery and somehow I felt in a familiar place. Bertin divides itself in two distinct cuisines and also restaurants, as the story of the restaurants tells it, too. Downstairs there is the bistro that serves food inspired in Alsace, a region in France and upstairs, you can find a different menu inspired by the Spanish and Moroccan tastes.

I chose to seat downstairs this time since I came to try the new weekend brunch. I’ve been here before many times because I really like the space and more important the food. Looking at this menu, can be mesmerising, so I strongly advise you to come with enough space in your stomach. From previous experiences I had the chance to try the Eggs Avocado, Bertin’s Benedict and Benedict Bolognaise. Since I tried the last one every time I came back, I chose this one! It's SOO good!

Due to the variety of dishes I manage to taste before, I can say that the food is overall all well done. By this I mean that there is an attention in composing this menu, to be different from what you can usually find in restaurants. But at the same time the quality wasn’t compromised by doing something different. I like places like this because I also see myself on them, I always like to innovate and to try something new. Passing on to the drinks, I got a chance to try their selection of coffees, their Morning Glory ,and their amazing nice XL milkshakes. My favourite of them was the Red Velvet one that comes with a cookie and some popcorn. It's visually impressing and tastily delicious!

For this time I was contacted by Maria, Bertin’s manager, and invited to come and try their new weekend brunch. The brunch offers a choice of eggs which you can order as well as they have an open buffet at their clients disposition with a table of salads, another one for Deserts, and pastries (which was obviously my favourite) and another section of Main Courses, including the soup of the day. Everything was nice but I was a bit disappointed upon my order for the eggs, which I chose the Bertins Benedict. The server advised us that the egg dishes only come with one egg on the plate (and not two, as per usual) in order that costumers don’t loose the rest of their appetite for the buffet. Which for one side I can understand, because I don’t eat much but for people like my partner, that is the opposite, it was a bit pity.

However, when the plate came with my solo egg, it came with no salad on it. I know there was a salad table (which I use as side to my egg) but in my opinion it wouldn’t cost much to side the egg Benedict with a small salad (even just as a side dish to the plate). After this I ran to the table of the pastries and I must say, you can see the quality of the food in comparison with other places. The deserts and cakes were freshly baked and you could tell by the freshness of the taste and the fact that everything was so crunchy! - Which was pure pleasure once I bite them! - As per the table of Main Courses, nothing to say, an extra plus for bigger stomaches that can be spoiled a little bit more. I had a bit of their Pumpkin and Coconut Milk soup (that I already new from previous visits) and had a bit of the Vegetable Lasagna.

Overall their selection was all very fresh and all the elements were well executed but I didn’t want to eat more so I could save some space for the special desert of this new brunch menu: the famous Pain Perdu! Pain Perdu is the most amazing desert I tried in terms of execution and flavour and that’s why I saved it for last (of my meal and publication)! Simplifying, it is a kind of french toast made in a cup, popped at your choice with delicious homemade caramel sauce and some salt. It's served warm and inside the dough is not totally cooked and a clementine is placed on the bottom as final touch. It is something you should definitely save space for to try on your next visit to Bertin! This desert is part of the menu of the restaurant but from previous visits, I never manage to have room for it and now I’ll always try to have it - ahaha!

The staff here is also friendly, nothing to point at the service. However, I would try to incorporate as well a drink station, maybe with some homemade lemonades or ice teas, two or three juices and that would be more than enough to, in my opinion, complete the buffet. I will definitely come back to this familiar place, maybe not for the brunch but for their regular menu. Usually, I'm not a buffet worth person due to my small stomach capacity, unless it would be a memorable one! :)

See you on our next affair. Sara, XOXO.

//Quem me conhece, sabe que eu tenho um carinho especial por coisas de pastelaria e bolos. A-do-ro! Veio com a minha nacionalidade e também com os mimos da minha mãe aos fins-de-semana. Por isso, bolos e pastelarias trazem-me sempre memórias de domingos de Inverno, onde costumava acordar com o cheiro a bolos, scones ou pastelarias pela casa. - que delícia!

As mesmas memórias foram trazidas a primeira vez que entrei no Bertin. Fui recebida por este cheirinho delicioso a bolos e, de alguma forma, senti-me num lugar familiar. O restaurante divide-se em duas cozinhas e dois espaços distintos, como a história do mesmo o conta. No piso inferior, encontra-se o restaurante género bistro, que serve comida inspirada em Alsace, uma região de França. Por sua vez, no piso superior a história é outra e o menu também. Assim sendo a cozinha, no piso superior, é inspirada pelos sabores Espanhóis e Marroquinos.

Eu escolhi sentar-me no piso debaixo desta vez, uma vez que vinha pelo novo brunch executado aos fins-de-semana. Já visitei o Bertin algumas vezes, porque para além de gostar do espaço em si, mais importante, aprecio muito da comida aqui servida. Olhar para este menu pode ser fascinante e deixar-nos meio perdidos na escolha, por isso, aviso-vos que em caso de visita, tragam espaço no estômago. De experiências anteriores, tive a oportunidade de provar os Ovos cozinhados em Abacate, a especialidade da casa, os Ovos Bertin, e os Ovos Bertin de Bolonhesa. E desde que provei estes últimos, sempre que volto a este espaço, esta é a minha escolha. É TÃO saboroso!

Devido à variedade de pratos que tive oportunidade de provar anteriormente, posso afirmar que a comida, é no geral, muito bem conseguida. Com isto, quero dizer que se verifica atenção à composição do menu, em ser diferente do que geralmente se pode encontrar, sem comprometer a qualidade em tentar executar algo diferente. Gosto de lugares assim porque vejo-me um pouco neles, gosto de inovar constantemente e tentar coisas diferentes. Passando às bebidas, já tive oportunidade de experimentar a seleção de cafés, o batido deles Morning Glory, até aos milkshakes XL da casa. O meu favorito, foi o Red Velvet, que veio com uma bolacha crocante no topo de um Creme de Queijo de veludo tinha até pipocas embutidas! É visualmente impressionante e em termos de sabor, uma relíquia ao palato!

Desta vez, fui contactada pela Maria, a Manager do Bertin e convidada a experimentar o novo brunch dos fins-de-semana. O brunch consta de uma opção de ovos à escolha e pronto a mandar fazer e o buffet aberto deixa aos seus clientes uma variedade de mesa de saladas, mesa de sobremesas e doces (que foi, obviamente, a minha favorita) e uma outra mesa com pratos principais, incluindo a sopa do dia.

Estava tudo bom (do que provei), contudo, fiquei um pouco desapontada com o chegar da minha escolha dos ovos, a qual eu pedi os Ovos Benedict. Pois assim que efectuei o meu pedido, a senhora que tirou as nossas ordens, avisou de ante-mão que só viria um ovo (e não dois como de costume) para que os clientes conseguissem ter estômago para o restante buffet. O que por um lado, posso compreender, para minimizar o desperdício de comida em pessoas como eu, que têm um estômago mais pequeno mas não deixou de ser estranho. Quando o prato chegou, com um ovo apenas, chegou sequer sem salada. Eu sei que a mesa das saladas estava lá (a qual me fui servir para trazer um acompanhamento ao meu ovo solitário), mas na minha opinião, acho que não tinha custado muito ter trazido o ovo com uma pequena salada de acompanhamento (nem que fosse para compôr o prato). Depois disto, corri para a mesa das sobremesas e das pastelarias, e aqui, posso dizer que se via a qualidade da comida em comparação com outros lugares. Estava tudo acabadinho de sair do forno e isso provava-se pela frescura do gosto e o facto de estar tudo tão crocante! Em relação à mesa dos pratos principais, nada a acrescentar, apenas um pequeno extra para os estômagos maiores poderem ser mimados um pouco mais. Eu provei um bocado da sopa de Abóbora com Leite de Coco (que já conhecia de visitas anteriores) e também provei a Lasanha Vegetariana.

No geral, a selecção da comida estava toda muito fresca e havia execução dos seus elementos, porém, eu não quis comer mais para guardar espaço para uma sobremesa especial do menu do brunch: o famoso Pain Perdu! PainPerdu é provavelmente uma das sobremesas mais deliciosas que eu já provei até hoje e por isso é que guardei para último (da minha refeição e da minha publicação)! Simplificando, trata-se de um género de French Toast feita num copo, coberta de caramelo da casa e algumas pedrinhas de sal à descrição. É servida ainda quente e por dentro, a massa não está totalmente cozinhada e uma clementina encontra-se no fundo do copo para complementar o gosto e como toque final. É algo que deves, definitivamente, guardar espaço no estômago caso visites este restaurante. Esta sobremesa faz parte do menu da casa, mas vezes anteriores que tinha ido, nunca tinha tido espaço para a provar, mas daqui em diante vou garantir que isso aconteça - ahaha!

O pessoal daqui casa são todos amigáveis, nada a apontar ao serviço. Porém, eu tentaria incorporar uma mesa de bebidas a este brunch, com limonadas da casa ou chás frescos, dois ou três sumos e isso seria, na minha opinião, o suficiente para complementar este buffet.

Vou definitivamente voltar a este sítio familiar, contudo, não para o brunch mas sim para o menu da casa. Geralmente não sou um tipo de pessoa que faça valer o buffet porque nunca costumo comer muito, a menos que seja um buffet daqueles de arromba!

Vemo-nos no nosso próximo encontro! Beijinhos, Sara.


RECENT POSTS
THE
  • White Instagram Icon
  • White Facebook Icon
  • White Pinterest Icon
  • White Yelp Icon
  • mail-logo-white

All rights reserved. © 2019 THE Saraffair.