Australia Trip - Part II, ADELAIDE


Aussie Guide - Reasons Why You’ve to Stop by Adelaide:

First Part

Hi everyone! Adelaide is a lovely city and had so much more to offer than I expected! At this point on the road trip I had done already 2.691 kms, seen so many different sights and observe the changes on the sceneries as a new region was approaching. Western Australia state was left behind and now I was located at the beautiful South Australia state. This state has actually a lot to offer and a lot to do! It’s a beautiful state located by the sea side, with clear blue waters and also where some of the most famous Australian vineyards are located - such as McLaren Vale and Barossa Valley. I’ll tell you my favourite highlights just below.

Glenelg:

In a short ride about 20/25min from the city center of Adelaide you can find yourself in the vibrant vibes of the Glenelg beach seaside. You kind of get a feeling of being in an Australian California beach, with the long pier, the waves and people walking around in swimwear. However, Glenelg is not only about the beach. It’s an amazing spot for some sundowners, pubs, good restaurants and some night life around the pubs and bars. But what I most like about this place is it’s own happy and relaxed vibe and also the fact that from here you can actually go and swim with dolphins (if you find time in your schedule), scuba diving or snorkelling. In the end it’s a buzzy dining and shopping strip area.

Street art:

In the city center there is something you can’t miss it and that is what makes Adelaide so full of character: the amazing selection of coffee shops along with the crazy beautiful street art. If you’re staying in a hotel, please book it without the breakfast option and just head out to the streets and immerge on the “aussie breakkie” vibe - this applies for almost any Australian main city. However, going on this hunt for food get’s so much more interesting if you’re not absolutely in need of food and allow yourself to wonder a bit through the streets and look for the street art. But because I don’t want you to get lost looking for it (and that’s why I’m making this blog post), I’m giving you the best locations for it: all around the CBD area; Her Majesty’s Theatre, Pitt St & Zhivago’s Laneway off Currie St; Rundle St, Kent Town. I could continue but I don’t want to overload you with info. Have fun finding them, eating your way out, photographing them and sipping your coffee!

Hahndorf Town and Beerenberg Farm:

Dipping in pure history, Hahndorf is a small town also located around 15/20min from the city center and was settled by Lutheran migrants and dates its origin to 1839. It’s a German-style architecture town and in a few minutes from the main city, you feel you just travelled in time and also to an old Europe in a few minutes. A taste of the Bavaria with lush greens, picturesque streets and rustic and themed cafes. I’d have to say that the most charming one would be the Blacksmith Café. In other hand, if you’re looking for the full experience of a German lunch then you should head to the German Arms Hotel and just seat at any table at the balcony and enjoy your meal.

The Beerenberg Farm it’s located on a 2min drive from Hahndorf town and I’d say to finish your day on a high note, you must head there. This is the strawberries farm and it’s so delicious where you can pick your own strawberries experience! So make sure you save some space for your strawberries or just swing by, collect some and eat them later!

As I told you in the beginning of this blog post, there is much more to say about this area of Adelaide! That’s why I decided to split it in two parts so you don’t get overwhelmed with an excessive post! Make sure you read the second part because it was my favorite part of this area and where I started to leave Adelaide towards the next destination! And you know, in case of any doubts, don’t hesitate to contact me!

See you on our next affair. XOXO, Sara.

Guia da Austrália - Razões pelas quais devem parar em Adelaide:

Primeira Parte

//Olá malta! Adelaide acabou por se tornar numa cidade muito engraçada e com muito mais oferta do que eu pensava! Neste ponto da viagem, já tinha feito cerca de 2.691kms na estrada, visto imensos sítios diferentes e podia observar a paisagem a mudar à medida que me aproximava de uma região nova. A Austrália Ocidental ia ficando para trás na janela do carro e estava agora localizada num outro estado, igualmente bonito, Austrália Sul. Este estado tem imensa variedade para oferecer e muito que ver! É localizado no mar, com águas bastante turquesa e claras e dá, também lugar, à casa onde algum dos vinhos mais famosos da Austrália são produzidos - em McLaren Vale e Barossa Valley. Vou-vos contar as minhas preferências aqui em baixo.

Glenelg:

Numa curta viagem de carro a cerca de 20/25min do centro da cidade de Adelaide, podem encontrar-se numa zona bastante vivaça à beira-mar, Glenelg. Quase dá a sensação de se estar numa praia da California mas a modo Australiana. Uma praia longa, com um pontão comprido que se prolonga pelo mar a dentro e pessoas a andar por ali em fatos de banho. Mesmo assim, Glenelg não é apenas um local para se fazer praia. É um lugar muito fixe para se desfrutar um copo ao fim do dia, com bons restaurantes e com bares e pubs abertos pela noite fora. Porém, o que gostei mais neste sítio, foi a vibe que se sente pelo ar, de um sítio muito relaxante, de chinelo no pé e sorriso na cara. Também se pode marcar um passeio e ir nadar com os golfinhos a partir daqui (se encontrarem tempo no vosso percurso aconselhava), fazer snorkelling ou mergulho.

Street Art:

Há algo no centro da cidade que vocês não podem perder de vista e é isso que dá um sentido muito característico à cidade de Adelaide: a vasta de seleção de cafés super giros e cozy, juntamente com a sua bonita cultura da street art. Se optarem por ficar num hotel, eu recomendo a marcarem-no sem pequeno-almoço incluído, saíam apenas do hotel e deixem-se levar pela cultura do pequeno almoço australiano (que existe em cada recanto nos cafés) - e isto pode aplicar-se para todas as cidades na Austrália. Contudo, se forem nesta caça à comida, ela pode-se tornar bem mais interessante se não tiverem concretamente a morrer de fome e deixarem-se perder um pouco pelas ruas da cidade e assistir à arte de rua. Mas como eu não quero que se percam à procura dessa arte e depois morram famintos e me culpabilizem, vou-vos deixar aqui os sítios que eu acho mais pertinentes à volta do centro da cidade: Her Majesty’s Theatre, Pitt St & Zhivago’s Laneway off Currie St; Rundle St, Kent Town. Poderia continuar mas também não vos quero sobrecarregar com informação, acho que aqui já têm muito boas opções. Divirtam-se à procura dela e comam ruas fora, tirem muitas fotografias e sigam bebericando o vosso café!

Hahndorf Town and Beerenberg Farm:

Mergulhando na história pura, Hahndorf é uma pequena aldeia localizada acerca de 15/20min de carro do centro da cidade e foi fundada por emigrantes luteranos e data a altura de 1839. É uma cidade construída num estilo alemão e em apenas alguns minutos da cidade, fica-se com a sensação que se viajou tanto no tempo como no espaço, para a Europa num curto espaço de tempo. Aqui pode-se sentir uma pitada do que é a região da Bavaria na Alemanha, através dos verdes acentuados, as ruas bastante pitorescas e bastante rústicas, indo até aos cafés e restaurantes temáticos. Para um café ao estilo mais charmoso, eu recomendar-vos-ia o Blacksmith Cafe. Mas se quiserem ter a experiência pura e dura de uma refeição Alemã, então já recomendaria visitem o German Arms Hotel e escolherem uma mesa na varanda.

A quinta Beerenberg, encontra-se apenas a 2min de carro da aldeia de Hahndorf e diria que é a forma de poderem terminar o dia em grande! Têm mesmo de considerar uma visita a esta quinta! É uma quinta de produção de morangos, onde são vocês quem colhe os próprios e os pode levar para casa (ou comer logo ali uns - como eu também o fiz, ahahah)! São uma delicia e proporciona uma experiência bem diferente de um dia na cidade! Tenham a certeza que vêm com algum espaço na barriga para acomodar uns quantos logo na altura! Ehehe! :)

Como comecei por mencionar no começo desta publicação, existe muito mais para se dizer acerca desta cidade, Adelaide. Foi por isso que decidi repartir isto em duas publicações para não vos deixar cheios deste assunto, é muito interessante para perder o interesse assim! Ahah! Não se esqueçam de ler a segunda parte, porque vai ser a minha preferida em relação a esta cidade e o ponto onde comecei a deixar-la para trás e a fazer-me à estrada novamente, rumo ao próximo destino! E já sabem, em caso de qualquer dúvida, não hesitem em enviar mensagem!

Vemos-nos no nosso próximo encontro. Beijinhos, Sara.


RECENT POSTS
THE
  • White Instagram Icon
  • White Facebook Icon
  • White Pinterest Icon
  • White Yelp Icon
  • mail-logo-white

All rights reserved. © 2019 THE Saraffair.